Rua Groenlândia, 508 - Jardim América - São Paulo - SP - 01434-000

Reprodução Humana

Congelamento de óvulos

O congelamento de óvulos é um método essencial para preservar a fertilidade.
Com ele, é possível conservar a qualidade dos seus óvulos por vários anos, o que promove melhores chances de sucesso em uma gravidez futura.

Algumas das principais indicações para técnica:

- Mulheres que querem engravidar posteriormente, mas que já apresentam baixa reserva ovariana, ou seja, poucos óvulos disponíveis para fecundação;
- Para a mulher que, no geral, já planeja engravidar mais tarde (após os 35 anos, há uma queda significativa da fertilidade feminina);
- Se a FIV (Fertilização in Vitro) gerou óvulos excedentes;
- Em casos envolvendo histórico familiar de menopausa precoce;
- Antes de tratamentos oncológicos (por exemplo, quimioterapia ou radioterapia).

Dúvidas frequentes:

- Há idade limite para o congelamento?
↪Não, mas quanto antes melhor para preservar a qualidade dos seus óvulos. O ideal seria fazer até os 35 anos, e o indicado é que ele seja realizado até no máximo 40 anos.

- Há um tempo máximo para os óvulos permanecerem congelados?
↪Não, não há um prazo de validade!

- Existe alguma diferença na gestação com óvulo “fresco” e com óvulo congelado?
↪Sendo um ou outro, não há qualquer diferença na gravidez, nem para a mãe e nem para o bebê.

Pense nisso!