Rua Groenlândia, 508 - Jardim América - São Paulo - SP - 01434-000

Dor

Há sim! Inclusive, segundo o artigo “Association between nonspecific skeletal pain and vitamin D deficiency”, a deficiência de vitamina D foi relatada em pacientes com muitos tipos de dor musculoesquelética.

Os resultados do estudo demonstraram associação entre a falta de vitamina D e uma variedade de dores ósseas, principalmente em mulheres.

Já uma outra análise do periódico BMC Musculoskeletal Disorders revelou que a Hipovitaminose D, ou seja, a carência de vitamina D no corpo também está relacionada à dor nas costas em mulheres na pós-menopausa. O artigo cita que uma alta prevalência dessa deficiência foi detectada no público feminino na pós-menopausa.
Por isso, é muito importante monitorar os níveis de vitamina D, até porque suas funções englobam, por exemplo, a saúde dos ossos, a força muscular e a manutenção do sistema imunológico.

Podemos obtê-la, principalmente, por meio da exposição solar, e também pode ser adquirida pela alimentação (especialmente em peixes como salmão e atum) ou pela suplementação sob orientação médica.